Salada mix 6

Ingredientes

  • Categoria verduras:
  • 01 ramo farto de agrião;
  • 01 ramo farto de rúcula;
  • 01 Alface americana;
  • 01 Alface crespa;
  • 01 Alface roxa.
  • Categoria queijos:
  • 50 g de queijo parmesão ralado;
  • 200 g de mussarela em barra ou 200 g de queijo minas frescal.
  • Categoria legumes:
  • 500 g de tomate cereja ou 2 cenouras cruas raladas.
  • Categoria frutas frescas:
  • 01 manga espada grande ou 1 abacaxi médio.
  • Categorias frutas secas:
  • 50 g de uva passa ou 10 un de damasco.
  • Castanhas:
  • 150 g de castanha de caju ou castanha do Pará triturados
  • Molho:
  • Suco de um limão espremido;
  • 02 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem;
  • 02 colheres de chá de orégano desidratado;
  • 02 colheres de chá de sal.


Preparo

Esta salada é chamada de saudável porque mistura seis categorias de alimentos riquíssimos em fibras, vitaminas, minerais e proteínas. PARA QUE ELA FIQUE COMPLETA TEM QUE TER BASTANTE FOLHAS E, PELO MENOS UM INGREDIENTE DAS DEMAIS CATEGORIAS. Até porque, a intenção é proporcionar saciedade, a partir da mistura agridoce e da quantidade de folhas consumidas. O gosto do sal e do agridoce tem que ser percebidos ao comer.

Começamos com a escolha as verduras. Atenção especial à rúcula e ao agrião, as folhas devem estar bem verdinhas e em tamanho maior.

Lave separadamente todas as folhas das alfaces. Corte o cabinho da rúcula e do agrião, deixando somente as folhas e lave todas. Escorra bem todas as folhas e reserve.

Para fazer o molho, coloque em um pote, o suco do limão, o azeite, orégano e o sal, misture bem e reserve.

Corte agora os tomatinhos pela metade. Pique a mussarela ou o queijo minas em cubos de aproximadamente 1,5 cm. O mesmo para a manga ou o abacaxi. Se optar pelo damasco, pique-o em 4 partes.

Você pode montar a salada em uma bandeja / travessa rasa bem grande, forrando com as alfaces, alternando por tipo, depois colocando a rúcula e agrião, na sequência, o queijo escolhido, o tomate ou a cenoura, as frutas frescas e secas escolhidas, salpicando a castanha e o queijo parmesão por cima da salada.

O molho de orégano deve ser servido individualmente nos pratos, a gosto.

O ideal é que os ingredientes de todas as seis categorias sejam levadas à mesa em recipientes separados, para que cada pessoa possa montar e temperar a sua salada em seu próprio prato.

Isto, além de ser mais adequado ao gosto de cada um, aumentará a capacidade de conservação destes alimentos para que possam ser consumidos posteriormente em outras refeições.

Receita enviada por